Na despedida de casa, Brasília Futsal perde em jogo de 13 gols

Na despedida de casa, Brasília Futsal perde em jogo de 13 gols

Na despedida de casa, Brasília Futsal perde em jogo de 13 gols

Foto: Lucas Rodrigues / Brasília Futsal

Na noite desta terça-feira (12), o Brasília Futsal entrou em quadra pela última vez diante de sua torcida na Liga Nacional de Futsal (LNF) de 2023. A partida diante do Jaraguá-SC, sexto colocado no torneio, disputada na Arena Brasília, no Setor Militar Urbano, foi também a penúltima da equipe candanga na competição nacional.

Com um time bem diferente daquele que iniciou o campeonato, em razão das saídas de atletas ao longo da temporada, a equipe do Distrito Federal conseguiu sair à frente o placar e até manter o jogo equilibrado na primeira etapa, mas acabou sofrendo no segundo tempo e saiu de quadra com derrota por 9 a 4.

O Brasília Futsal volta à quadra no próximo sábado (16), quando enfrenta o Praia Clube na casa do adversário com o desfalque certo de Jacaré e Arthur, expulsos. O jogo em Uberlândia-MG será às 19h, simultaneamente a todas as demais partidas da rodada decisiva da primeira fase da LNF.

Primeiro tempo

O primeiro chute a gol demorou quase um minuto, e saiu dos pés do goleiro do Brasília, Jacaré, mas João Neto espalmou. Ruan respondeu um minutos depois, e foi a vez de Jacaré defender. Mas, no lance seguinte, o azulão abriu o placar. Romarinho aproveitou um rebote do goleiro João Neto, atrapalhado pela própria defesa, e escorou para o gol vazio.

O time catarinense teve grande chance quando Caio fez jogada pela esquerda e cruzou na área para Cappa, mas o jogador, livre, não conseguiu dominar. Porém, não demorou muito e o time visitante empatou. Com pouco mais de 15 minutos no cronômetro, Neto arriscou de meia distância e a bola passou entre as pernas de Jacaré.

Então, João Neto brilhou e fez duas grandes chances em sequência, em chutes de Xuxa e Bruninho. Mas, o goleiro do Jaraguá não parou o chute de Arthur. Aos oito minutos de jogo, o jogador do Brasília recebeu a bola próxima à área e acertou o ângulo colocando o time da casa de novo à frente.

A resposta do Jaraguá foi quase imediata, mas Jacaré fez ótima defesa em chute de Neto e a bola ainda tocou o travessão antes de sair. Aos 11 minutos, o goleiro do Brasília voltou a salvar o time em chute à queima-roupa defendido com os pés.

O time visitante foi para cima e Jacaré, mais uma vez, se destacava em quadra. Primeiro defendeu chute perigoso de Eka. No lance seguinte, três defesas seguidas em chute de Bruninho e Leco, este duas vezes. Mas, a insistência do Jaraguá funcionou. Aos 13 minutos, Bruninho voltou a finalizar, dessa vez sem chances para o goleiro adversário.

Após o empate, o time de Santa Catarina seguia pressionando e Jacaré continuava fazendo grandes defesas. Arthur teve boa chance em contra-ataque no último lance do primeiro tempo, mas João Neto espalmou para cima o chute do jogador do Brasília. Assim, as equipes foram para o intervalo com o placar igual.

Segundo tempo

O time visitante voltou melhor no início da segunda etapa e logo virou o placar, com menos de dois minutos jogados. Bruninho chutou forte, a bola tocou no travessão e entrou. Após sofrer o gol, o Brasília tentou reequilibrar a partida, mas errava o passe final.

A partida, então, caiu em produção de chances de gol de ambos os lados durante alguns minutos. Mas, o Jaraguá voltou a se impor em quadra e foi a vez de Pablinho, que entrou no lugar do lesionado Jacaré, salvar duas vezes o Brasília. Mas, aos 9′, o time catarinense conseguiu boa troca de passes até a bola cair nos pés de Pirulito, que chutou cruzando no ângulo fazendo o quarto dos visitantes.

O Brasília tentou responder rápido e Bruninho teve chance de chutar frente a frente com o goleiro, mas finalizou em cima do adversário. No contra-ataque, Caio acertou a trave do azulão. Porém, com 10 minutos, Neto não errou o alvo e, na entrada da área, desviou para marcar mais um gol.

Após uma falta no meio da quadra, os ânimos se exaltaram um pouco e, por reclamação, mesmo que do banco, Jacaré recebeu dois amarelos e foi expulso. O Jaraguá se aproveitou em momento e, em nova cobrança de falta, chegou ao sexto gol com chute no canto de Eka.

O Brasília ainda tentou reagir, mas sofreu o contra-ataque e Bruninho não teve dificuldades para ampliar o placar aos 14 minutos, 7 a 2 para os visitantes. Após pedido de tempo técnico, o time do DF descontou. A bola chegou em Loureiro que, livre, só escorou para o gol.

No lance seguinte, o Jaraguá pressionou a saída de bola do Brasília e recuperou a posse. Arthur acabou cometendo pênalti e recebeu o segundo cartão amarelo e o vermelho em seguida. Na cobrança, Eka marcou, 8 a 3.

O jogo mais truncado e faltoso não impediu o time de Santa Catarina voltar a marcar. Felipinho acertou um forte chute e venceu Pablinho aos 17′. Mas, logo depois, Romarinho deu o troco na mesma moeda e finalizou para vencer o goleiro Thiago.

Em cobrança de tiro livre, o azulão poderia ter feito mais um, mas Xuxa carimbou o travessão adversário na última chance da partida.

Ficha técnica

BRASÍLIA FUTSAL 4 X 9 JARAGUÁ-SC

Liga Nacional de Futsal, primeira fase, 22ª rodada
Ginásio Vera Cruz, Brasília – 12/09, 19h

Árbitro principal: Leandro de Oliveira
Árbitro auxiliar: Muller da Silva Aniceto

Brasília Futsal

Titulares: Jacaré; Romarinho, Feijão, Bruninho e Xuxa
Técnico: Douglas Navas

Gols: Romarinho (2′ – 1ºT, 18′ – 2ºT), Arthur (8′ – 1ºT), Loureiro (14′ – 2ºT)
Cartão amarelo: Arthur, Jacaré
Cartão vermelho: Jacaré, Arthur

Jaraguá-SC

Titulares: João Neto; Bruninho, Leco, Eka e Ruan
Técnico: Fernando Oliveira

Gols: Neto (5′ – 1ºT, 10′ – 2ºT), Bruninho (13′ – 1ºT, 2′ e 14′ – 2ºT), Pirulito (9′ – 2ºT), Eka (13′ e 15′ – 2ºT), Felipinho (17′ – 2ºT)
Cartões amarelos: Pesk, Cappa
Cartão vermelho: Não houve

Receba as notícias no seu celular

Agora, você recebe todas as notícias direto no seu celular, para acompanhar tudo da palma da mão. Basta clicar neste link que você será direcionado para a nossa comunidade no WhatsApp.

G2 Esportes

G2 Esportes